Motores à Combustão

Motores à Combustão

PDF
Imprimir
E-mail
Escrito por tmjr
Ter, 11 de Outubro de 2011 17:32

Você já abriu o capõ de automóvel e parou para pensar como funciona todo aquele maquinário?

O propósito do motor de um carro a gasolina (ou álcool, ou gás) é transformar em movimento o combustível - isso vai fazer o carro andar. Em um carro a gasolina o movimento é criado a partir da combustão da gasolina dentro de um motor. Portanto, o motor de carro é um motor de combustão interna.

motor E torq 1.8

Duas observações devem ser feitas:
  • há vários tipos de motores de combustão interna, também chamados de motores a explosão.
  • também existem motores de combustão externa. O motor a vapor de trens antigos e navios a vapor é o melhor exemplo de motor de combustão externa. O combustível (carvão, madeira, óleo ou outro) é queimado fora do motor para produzir vapor, e este gera movimento dentro do motor. A combustão interna é muito mais eficiente (gasta menos combustível por quilômetro), além de ser bem menor que um motor equivalente de combustão externa. Isso explica por que não vemos carros da Ford e da GM usando motores a vapor.

Combustão Interna

Pôr uma pequena quantidade de combustível de alta energia (como a gasolina) em um reduzido espaço fechado é gerado uma centelha que libera uma quantidade inacreditável de energia, na forma de gás em expansão.

Quase todos os carros atualmente usam o que é chamado de ciclo de combustão de 4 tempos para converter a gasolina em movimento. Ele também é conhecido como ciclo Otto, em homenagem a Nikolaus Otto, que o inventou em 1867. Os 4 tempos estão ilustrados na Figura. Eles são:

  • Admissão

  • Compressão

  • Combustão

  • Escapamento

Como são os tempos

Na figura você percebe que uma peça chamada pistão. O pistão está ligado ao virabrequim por uma biela.Eis o que acontece à medida que o motor passa por esse ciclo:

  1. A válvula de admissão se abre enquanto o pistão se move para baixo, levando o cilindro a aspirar e se encher de ar e combustível. Essa fase é a admissão. Somente uma pequena gota de gasolina precisa ser misturada ao ar para que funcione.

  2. O pistão volta para comprimir a mistura ar-combustível. É a compressão, que torna a explosão mais potente.

  3. Quando o pistão atinge o topo do seu curso, a vela de ignição solta uma centelha para inflamar a gasolina. A gasolina no cilindro entra em combustão, aumentando rapidamente de volume e empurrando o pistão para baixo.

  4. Assim que o pistão atinge a parte de baixo do seu curso, a válvula de escapamento se abre e os gases queimados deixam o cilindro através do tubo existente para esse fim.


Para saber mais sobre isso, acesse o site do How Stuff Works

Última atualização ( Qui, 13 de Outubro de 2011 16:28 )

Comentários  

 
#1 klebia 22-11-2011 10:45
Na minha opinião, é muito bom que as pessoas aprendam isso por falar sobre os carros a gasolina, a alcool ,a gás é etc...
Citar
 

Adicionar comentário


Newsletter

Notícia

Redes Sociais